O Paraná está presente numa das ações educativas de maior importância para a Economia Solidária no Brasil que é o Centro de Formação e Apoio a Assessoria Técnica em Economia Solidária – CFES.

A Secretaria Nacional de Economia Solidária – SENAES lançou o Edital Público (SENAES/MTE 001/2012) para atender deliberações da II Conferência Nacional do Movimento de Economia Solidária que é a formação. Tem como objetivo geral a implantação de uma Rede Nacional de Centros de Formação e Apoio a Assessoria Técnica em Economia Solidária – REDE CFES, para desenvolver e promover ações voltadas principalmente para a superação da pobreza extrema. O projeto constitui uma estratégia de articulação e integrações de ações e assessoria técnica voltada ao fomento das finanças solidárias, da comercialização e implantação do Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário e de apoio às redes de cooperação solidárias enquanto estratégia de desenvolvimento local e territorial sustentável com superação da pobreza extrema.

O CFES Reginal Sul, que compreende os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná tem como entidade executora o Centro de Assessoria Multiprofissional – CAMP.  Nos dias 1, 2 e 3 de julho aconteceu, em Porto Alegre- RS, o Encontro de Planejamento do CFES Regional Sul com a presença de representantes dos três Estados.

Participaram pelo Paraná: Adalberto Sabino do IDESTE e CFES-PR (Loanda); Amauri A. Mossmann da Caritas PR e CFES Nacional (Curitiba); Antônia Maria Assis (Vanda) do CEFURIA e CFES-PR (Curitiba); Edson Marques Oliveira da Unioeste e Coordenação Executiva do FPES (Toledo PR); Ézio Faganello – Instituto Nhandecy e CFES-PR (Curitiba); Keiko Sato da ABRAA Empreendimento de E.S. e CFES-PR (Curitiba); Luzia de Aguiar Soares, Gestora Pública (Município de Cascavel); Marco Antônio Barbosa da Rede Marista de Solidariedade e Coordenação Executiva do FPES (Curitiba);  Maria de Lourdes Barros da Colmeia EES e CFES-PR; Rosangela  Ferreira da Caritas Arquidiocesana, Coordenação do FPES e CFES-PR (Cascavel) e Tereza Lopes Miranda da IESOL e Gestão Pública (Ponta Grossa).

No Paraná serão realizadas diversas ações para atender os objetivos do projeto. As principais metas são: formação inicial sobre Economia Solidária para beneficiários do Plano Brasil Sem Miséria e para agentes / educadores que atuam na promoção de políticas de superação da pobreza e ações de políticas públicas de elevação da escolaridade e de educação profissional e tecnológica. Formação também sobre economia Solidária, Desenvolvimento Territorial Sustentável e Superação da Pobreza (ES – DTS – SP) e apoio à Assessoria Técnica em Economia Solidária.

O tempo de execução do projeto é de 30 meses, com prazo final para junho de 2015. As primeiras atividades do Coletivo de Formadores do Paraná serão duas oficinas para agentes / educadores dos programas de políticas públicas no mês de Setembro de 2013, uma na cidade de Cascavel e outra em Curitiba. Para preparação desses eventos, foi marcada uma reunião de planejamento para o dia 18 de julho.

 Por Marco Barbosa – RMS

No related posts.