O VI Encontro Nacional dos Centros de Referência em Direitos Humanos, que aconteceu no início do mês de agosto e também foi representado pelo Centro de Referência em Direitos Humanos Dom Helder Câmara, aconteceu em Brasília e, além do conhecimento sobre a atuação e a agenda da Secretaria de Direitos Humanos, proporcionou a troca de experiências entre os Centros de Referência de todo país, propiciando, principalmente, a interação entre os CRDH da Cáritas (Paraná, Piauí e Santa Catarina).

O encontro foi aberto com a fala da Ministra-chefe, Ideli Salvati, a qual ponderou os avanços legislativos na área de Direitos Humanos alcançados, mas ressaltando que ainda existem muitas lutas para prosseguir. Nesse contexto, ainda ressaltou a importância dos

Centros de Referência em Direitos Humanos na defesa e promoção dos Direitos Humanos. “Após a abertura, a secretaria da presidência apresentou uma breve formação sobre o marco regulatório das organizações da sociedade civil. Seguida de uma explanação, pela coordenaria de Centros de Referência de Direitos Humanos sobre a atuação destes equipamentos”, conta a coordenadora do CRDH Dom Helder Câmara Cáritas/PR, Tailaine Costa de Andrade.

O evento seguiu com formações sobre as agendas transversais abarcadas pela Secretaria de Direitos Humanos, dentre elas: pessoa com deficiência, povos e comunidades tradicionais, educação em direitos humanos, registro civil, população em situação de rua, saúde mental, diversidade religiosa, LGBT, pessoa idosa, mortos e desaparecidos políticos, trabalho escravo e combate à tortura, levando propostas e debates sobre questões de direitos humanos que envolvem esses grupos.

 Por Rafaela Bez, estudante de jornalismo e voluntária de comunicação do CRDH Cáritas/PR

No related posts.